fbpx

Para começarmos a falar sobre qual o papel da administradoras de condomínios primeiro precisamos entender o que elas representam!

Toda administração de um condomínio é comparada ao gerenciamento de uma empresa, responsável por lidar com todas as partes burocráticas que envolvem a manutenção do empreendimento. Os presidentes das associações podem contar com os serviços de uma administradora de condomínios, para servirem como facilitadora auxiliando na fiscalização, atendimento, e encaminhando de volta ao responsável pelo condomínio esses feedbacks, para que assim possa ser resolvido todas e quaisquer questões envolventes.

Mas vamos lá, qual é o papel de uma Administradora de condomínio?

Quando uma administradora é contratada ela passa a ser nada mais que uma prestadora de serviços ao condomínio, mas isso não substitui o trabalho do presidente de associação responsável, mas sim, o que o difere da Administradora é apenas a parte de execução das questões administrativas e financeiras, portanto, ele continua exercendo o papel de gestor direto e acaba se tornando também um supervisor das atividades realizadas pela empresa.

É possível um Presidente de associação fazer a gestão do condomínio sem uma Administradora?

Como enfatizamos anteriormente, o papel da empresa é de servir como facilitadora, sendo assim, o presidente de associação precisa sim de uma Administradora como parceira, porém, toda parte de delegação continua sendo de sua responsabilidade. É importante destacar que como responsável civil e criminal, o presidente precisa acompanhar toda e qualquer atividade elaborada pela administradora dentro do condomínio.

Por isso, o presidente precisa ter o conhecimento de todos os trabalhos que a administradora executa, como por exemplo, entender sobre o processo de CLT, composição de cobrança, como é feito os descontos dos impostos, pagamentos de funcionários, entre outros.

A administração da gestão financeira é uma das questões que o presidente da associação mais deve estar por dentro, ele precisa estar vinculado ao banco que presta serviços à essa administradora, saber sobre os valores, cargos e encargos, portanto, há sim à necessidade desse acompanhamento por se tratar de um trabalho em parceria.

Se tratando de uma empresa com grande porte de departamentos, a administradora além de auxiliar o presidente na gestão do condomínio, ela também tem o papel fundamental em assessorar e prestar consultoria aos presidentes em assuntos relacionados à mudança de lei, entre outros aspectos, como por exemplo, a entrada do eSocial.

Quanto que cobra uma Administradora de condomínio?

Os preços cobrados podem variar conforme uma série de especificidades, como: tamanho do condomínio, número de funcionários contratados, localização e o valor da despesa mensal do condomínio.

É comum que o preço cobrado seja baseado nos gastos que o condomínio obtenha. Assim, a taxa de administração de condomínio custa de 3% a 7% do valor das despesas condominiais.

Suponhamos que o condomínio obtém R$40 mil, de gastos mensais, sendo assim, ele teria que pagar a administradora um valor entre R$ 1,2 a R$ 2,8 mil.

Qual a função Principal de uma Administradora de condomínio?

O Papel principal da administradora é auxiliar o presidente nas tarefas diárias.

Por exemplo:

  • Elaboração da folha de pagamento dos funcionários;
  • Emissão de boletos de pagamento da taxa condominial;
  • Organização da pasta de prestação de contas;
  • Realização do demonstrativo de receitas e despesas de condomínio;
  • Assessoria antes e depois de reuniões de assembleia geral;
  • Gerenciamento dos encargos previdenciários mensais;
  • Gerenciamento do fundo de reserva e do fundo de obras;
  • Cuidar das contas ordinárias do condomínio;
  • Além de suporte às atividades administrativas, também é papel da administradora fornecer orientação sobre os aspectos legais de cada setor: administrativo, financeiro e trabalhista.

Para finalizar, é importante relembrar que a contratação de uma administradora de condomínio deve ser feita com cautela. Ao escolher uma prestadora de serviço, não se deixe influenciar pelos preços mais baratos. O presidente de associação precisa fazer uma boa pesquisa, investigar os precedentes da empresa além de solicitar indicações de outros presidentes.

Comente com Facebook

Comentários

Abrir Conversa
Precisa de ajuda? Fale com um corretor