Arrecadação mensal destinada a despesas imprevistas e emergenciais, mas também utilizada em outras operações especiais em prol do condomínio

 O fundo de reserva é um recurso de armazenamento de dinheiro usado para garantir que o condomínio consiga realizar investimentos ou futuros imprevistos, no entanto, ele é usado como um suporte financeiro para a realização de serviços, como obras e manutenções ou cobrir emergências.

A quantia cobrada em cima do valor mensal do condomínio varia entre 5% a 10%, sendo discutido em uma assembleia onde sua implementação pode seguir sendo temporária e visando a realização de um projeto especifico, ter um tempo indeterminado para cobrir imprevistos, ou criar um recurso de caixa que cubra grandes projetos no futuro.

A cobrança desse fundo apesar de ter um valor que varia de condomínio a condomínio, é obrigatório e previsto em Lei (nº 8.245/91).

Como aplicar o fundo de reserva?

O dinheiro do fundo de reserva deve ser aplicado de maneira em que ele não seja desvalorizado ao decorrer dos anos e ao mesmo tempo que possa ser resgatado de maneira rápida a qualquer momento para cobrir situações emergenciais.

O valor do fundo é depositado em uma conta diferente da conta direcionada as despesas para facilitar o gerenciamento e transparência de movimentação dos valores.

Por outro lado, o condomínio também pode criar fundos de reserva para um uso específico. Essa medida tem o intuito de arrecadar uma quantia considerável para a realização de alguma reforma planejada. Em outras palavras, é como se o condomínio estipulasse uma meta financeira a ser alcançada para cumprir uma demanda, sendo assim cria-se uma melhor compreensão dos moradores de onde o dinheiro acumulado está sendo investido.

Dessa maneira, é possível reservar um dinheiro para realizar reformas importantes no condomínio sem comprometer outras operações de rotina. Como por exemplo:

Fundos para monitoramento e equipamentos de segurança

Câmeras, cercas elétricas e também frotas de carros para monitoramento, são recursos indispensáveis relacionados a segurança do condomínio

Máquinas e equipamentos de jardinagem

Os jardins do condomínio são áreas importantes para o convívio dos condôminos, por isso utilizar esse fundo para a compra de máquinas como, roçadeira, cortador de grama e equipamentos tais como, pás, aspersor, mangueira e pulverizador,  são investimentos importantes para a valorização do patrimônio.

Por fim, vale lembrar que nenhum valor do fundo de reserva pode ser devolvido. Ao fazer a contribuição, o condômino autoriza que a quantia se torne propriedade do condomínio. Mesmo que a unidade seja vendida ou alienada, não existe restituição do dinheiro do caixa aos condôminos. Sendo assim, a cobrança de fundo de reserva por associação de moradores deve ser realizada conforme as normas do estatuto da instituição.

Depois de decidirem o melhor modo de fazer o fundo de reserva do condomínio, é preciso apresentar a proposta para a assembleia. “Com um bom planejamento, é possível garantir uma boa gestão!”

Comente com Facebook

Comentários